quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Os Mais Novos do Agrupamento!

Dando sequência ao ano anterior, o Agrupamento de Escolas Drª Laura Ayres dinamiza com entusiasmo o Projecto de Filosofia para Crianças.


I Sessão, 3º ano - JI/ 1º CEB da Abelheira
video

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

«Cocas Filosófico» ou... «Quantos queres?»

Filosofia para Crianças - 4º ano - Agrupamento D. Dinis, Leiria


Como saber do que gostamos?


O que é ser queixinhas?

O que é uma boa pergunta?
 
Foram estas as temáticas que que o «Cocas Filosófico» (que afinal, em Leiria se chama «Quantos Queres?») nos proporcionou.
Temas óptimos e just in time!
Até breve, Laurinda Silva

sábado, 19 de fevereiro de 2011

O que mais gostarias de saber?

Convidados a responder a este desafio, alunos do 3º ano indagaram:

- Onde mora o homem mais inteligente do mundo para eu  poder tirar dúvidas?
- Qual é o tamanho de um gigante?
- Os marcianos aprendem Matemática?
- Porque é que existem as pessoas e o mundo?

Estes e outros contributos deram origem a um exercício de discussão visando a sua fundamentação, hierarquização do seu interesse e relevância e investigação das respostas.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Estoicismo de MARCO AURÉLIO

"Tudo o que sou não passa disto: um pouco de carne que respira e o norte da razão que nos guia."

"Se os elementos nada têm a temer nesta transformação contínua noutros elementos, porque haveremos nós de recear a transformação e dissolução do todo? Está na ordem da natureza. Ora nada do que é conforme à natureza é um mal."
                                           
                                             Marco Aurélio (121-180)
                                   Imperador Romano e representante do estoicismo tardio

MEDITAÇÕES: leia aqui.

"Enquanto os homens continuarem a ser atraídos pelas lágrimas e triunfos da bondade humana, não faltarão leitores a Marco Aurélio. Melancólico, compassivo e desencantado, o último dos Estóicos ainda envergonha as nossas fraquezas e silencia a nossa insatisfação."
                                                                                                                                                       Maxwell Staniforth

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Aconselhamento e Consultadoria Filosófica: Âmbito de aplicação

Actividade educacional que propõe a clientes individuais a utilização de métodos, teorias e abordagens filosóficas para solucionar ou gerir problemas associados à existência humana.

É dirigida a clientes que são racionais e funcionais na vida quotidiana e que possam beneficiar de assistência filosófica na resolução ou gestão de problemas e situações associadas à experiência do dia-a-dia.

Os candidatos mais adequados são pessoas cujos problemas se centram em:
  • Questões de moralidade privada ou ética profissional;
  • Questões de sentido, valor ou objectivo;
  • Questões de realização pessoal ou profissional;
  • Questões de sistemas de crenças indeterminados ou inconsistentes;
  • Questões que exijam interpretação filosófica de circunstâncias em mudança.
“A qualidade da nossa vida depende da qualidade dos nossos pensamentos.”
                                                                                                                                         Marco Aurélio

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Projecto VIVER SAUDÁVEL - PENSAR SAUDÁVEL

Pelo terceiro ano consecutivo Enteléquia-Filosofia Prática integra o Projecto VIVER SAUDÁVEL - PENSAR SAUDÁVEL do Agrupamento de Escolas D. Dinis de Leiria.

Na presente edição serão realizadas sessões de Filosofia para Crianças para turmas do 4ºano em 5 escolas: EB1 Barosa, EB1Capuchos, EB1 Amarela, EB1 Branca e EB1 Guimarota.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Enteléquia: a dinamizar em Portugal desde 2007

Desde a sua fundação em 2007 o projecto Enteléquia-Filosofia Prática já organizou actividades e participou em iniciativas nos seguintes concelhos:
  • Porto, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Santa Maria da Feira, Guimarães, Póvoa de Varzim, Ovar, Oliveira de Azeméis, Baltar, Leiria, Torres Vedras, Lisboa, Quarteira, Portimão e Guia.
Já só faltam duzentos e muitos!

Licenciatura em Filosofia tem vantagens?

Após análise e comparação de inúmeras licenciaturas, um estudo da North Carolina State University concluiu o seguinte:
  • Raciocínio verbal:            Filosofia -   lugar
  • Raciocínio quantitativo:   Filosofia -  15º lugar
  • Escrita analítica:              Filosofia -  lugar
Consulte os resultados: http://www.ncsu.edu/chass/philo/GRE%20Scores%20by%20Intended%20Graduate%20Major.htm

I Encontro de Filosofia para Crianças e Criatividade

« Sentir pensamentos | Pensar sentidos »
19 Fevereiro

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Filosofia para Crianças e o questionamento do real

Após a Comunidade de Investigação concluir que a comunicação entre as pessoas é possível mesmo quando não se partilha uma língua (através de gestos, por exemplo), o Marco de 8 anos pergunta:

- Se todos nos podemos entender, porque existem tantos problemas entre as pessoas?

Excelente questão: crítica, problematizadora e desafiadora para qualquer adulto!
Quer tentar responder?

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

EXISTE A VERDADE?

A verdade
Intuitivamente, de repente
Se compreenderia, sem a dúvida,
Por todos; o Universo não contém
Esta verdade. Porque pois buscar
Sistemas vãos de vãs filosofias,
Religiões, seitas, voz de pensadores,
Se o erro é a condição da nossa vida,
A única certeza da existência?
Assim cheguei a isto: tudo é erro,
Da verdade há apenas uma ideia
À qual não corresponde realidade.
Crer é morrer; pensar é duvidar.
A crença é o sono e o sonho do intelecto
Cansado, exausto, que a sonhar obtém
Efeitos lúcidos do engano fácil
Que antepôs a si mesmo, mais sentido,
Mais visto que o usual do seu pensar.
A fé é isto: o pensamento
A querer enganar-se eternamente,
Fraco no engano, e assim no desengano,
Quer na ilusão que na desilusão. (…)

        Fernando Pessoa, Fausto

Dilemas Morais

"Situações em que cada curso possível de acção viola um certo princípio moral que também é, por seu lado, obrigatório.(...)
O conflito pode ser descrito de diferentes maneiras. Uma das sugestões é fazer notar notar que, qualquer que seja a acção que o sujeito leve a cabo, fará algo de errado ou algo que não deveria fazer. Outra sugestão discorda desta apreciação, afirmando que o dilema significa que, dadas as circunstâncias, o sujeito agiu rectamente ou, pelo menos, tão rectamente como qualquer outra alternativa."
                                                                                                                  Simon Blackburn